Arquivos por Categoria: Neurociência

Posts sobre descobertas, história, política e personagens da neurociência.

O Sono do Golfinho

Estamos celebrando esta semana o “Brain awareness week”, evento que reúne diversas instituições mundo a fora para divulgar as neurociências. No Rio de Janeiro está acontecendo a incrível iniciativa de levar essa ciência tão interessante para a praia (veja também em http://oglobo.globo.com/saude/evento-em-copacabana-promove-testes-para-estimular-cerebro-7808451). Então vou aqui aproveitar a deixa para falar de animais que só vemos por lá, os cetáceos. Acontece que os cetáceos são mamíferos como nós e possuem necessidades fisiológicas semelhantes, dentre elas dormir. Estes animais vivem dentro d’água e respiram fora dela e ai se forma um problema: como dormir sem morrer afogado? Leia Mais »

Também nas categorias: Eventos | 1 Comentário

Artigo de pesquisador brasileiro é capa da Nature Neuroscience Review


A neurociência brasileira está orgulhosa do professor Newton Canteras (USP), pois um artigo de sua autoria sobre circuitos neurais relacionados com o comportamento de medo foi publicado na Nature Neurscience Review, a importância e qualidade do artigo é destacada na revista, sendo inclusive o tema da capa (ilustração de Kirsten Lee).

OPINION
The many paths to fear
Cornelius T. Gross & Newton Sabino Canteras Leia Mais »

Também nas categorias: Notícias, Publicação destacada | 2 Comentários

DMT – A Molécula do Espírito

É com grande satisfação que o Plantando Consciência convida a tod@s para a exibição do documentário DMT – A Molécula do Espírito (legendado em português), nesta quinta feira, dia 26 de abril, as 20h no Cineclube Sócio-Ambiental, em São Paulo.

Após o filme será realizado debate, transmitido ao vivo via twitter (basta acompanhar @plantando ao redor das 21:15).

Veja, a seguir, o cartaz do evento: Leia Mais »

Também nas categorias: Eventos, Filmes, Notícias, Vídeos | Tags: , , , , , , , , | 1 Comentário

LASCoN IV – Latin American School of Computational Neuroscience

LASCoN IV – Latin American School of Computational Neuroscience

Entre 15 de janeiro e 10 de fevereiro de 2012 será realizada, nos Departamentos de Física e de Computação e Matemática da FFCLRP, sob organização do Prof. Dr. Antônio Carlos Roque da Silva Filho, a 4ª Edição da Escola Latino-Americana de Neurociência Computacional – LASCON IV.

A escola terá duração de quatro semanas e serão abordados temas como: modelos biofisicamente detalhados de neurônios, modelos simplificados de neurônios, modelos de redes neurais, modelos para memória e plasticidade sináptica, modelos sistêmicos para o cérebro, teoria de informação aplicada à análise de trens de disparos neurais e neurociência cognitiva computacional. O uso desses modelos será ilustrado com aulas práticas em que serão ensinados programas como: NEURON, neuroConstruct, XPP-AUTO, NEST e Matlab.
O corpo docente é composto por uma equipe internacional de pesquisadores de renome mundial no campo da neurociência computacional. A escola terá 34 alunos selecionados de forma competitiva, procedentes de vários estados brasileiros, de diferentes países da América Latina e mesmo de outras regiões do mundo. O evento será realizado em período integral (manhãs, tardes e noites) no bloco 1 das exatas (prédio do Departamento de Computação e Matemática). A LASCON IV será realizada graças ao apoio financeiro recebido da FAPESP, do CNPq, da IBRO (International Brain Research Organization) e da Biophysical Society e ao apoio logístico-institucional recebido da FFCLRP-USP.
Para maiores informações sobre a escola, acessarwww.sisne.org/LASCON.
Também nas categorias: Eventos | Deixe um comentário

Dendritos: ativos e vivos

Electron Micrograph reveals dendrites in cerebellum

Um vídeo interessante que nos relembra que árvores dendríticas são objetos vivos e não uma simples fiação de circuitos elétricos neuronais…

Também nas categorias: Neurosfera, Vídeos | Deixe um comentário

Anel de Blogs Científicos

Aneis Borromeanos   Anel de Blogs Científicos  http://anelciencia.wordpress.com/

O Anel de Blogs Científicos (ABC) é um projeto do Laboratório de Divulgação Científica e Cientometria (LDCC) do Departamento de Física e Matemática da FFCLRPUSP Ribeirão Preto.

O Portal ABC, iniciado em 2008, pesquisa a blogosfera científica em língua portuguesa, e reune cerca de 400 blogs de ciência e divulgação científica de qualidade.

O LDCC foi o responsável pela criação do evento anual EWCLiPo – Encontro de Weblogs Científicos de Língua Portuguesa. O I EWCLiPo foi realizado em Ribeirão Preto em dezembro de 2008 e o II EWCLiPo foi realizado em Arraial do Cabo – RJ em setembro de 2009, ambos com financiamento do MCT. O Laboratório também instituiu, em 2009, o Prêmio ABC para blogs científicos, baseado no princípio de revisão por pares, ou seja, apenas votaram os blogueiros participantes do Portal ABC.

Se você tem um blog de ciências e quer se cadastrar no ABC, deixe um comentário com o site do blog no Portal ABC aqui.

Blogs de Neurociências e Psicologia já cadastrados no ABC

Mente e Cérebro Leia Mais »

Também nas categorias: Neurosfera | 1 Comentário

Gentileza gera Gentileza e computação dendrítica em neurônios críticos


Gentileza teria fundamentos genéticos, sugere estudo

AFPPor Rouf Bhat | AFP 

  • Homem ajuda idoso a atravessar uma ponte improvisada sobre a enxurrada que arrastou a estrada entre Leh e Srinagar, na Caxemira indianaHomem ajuda idoso a atravessar uma ponte improvisada sobre a enxurrada que arrastou …

Pessoas dotadas de um certo traço genético são mais gentis e carinhosas do que as demais e esta característica pode ser rapidamente identificada por estranhos, revelou um estudo publicado esta segunda-feira nos Estados Unidos.

Esta variação é relacionada com a ocitocina, gene receptor também conhecido como “hormônio do amor” porque costuma se manifestar nas relações sexuais e incita comportamentos sociais como união e empatia. Leia Mais »

Também nas categorias: Neurosfera, Notícias | 1 Comentário

A Neurobiologia do medo e a política de drogas

É provável que uma das áreas mais prósperas da neurociência atualmente seja a neurobiologia do medo. E uma das políticas menos prósperas de nossos tempos é a proibição arbitrária e intolerante de algumas drogas. E há entre ambas um elo direto, costurado por esta emoção que é crucial para a sobrevivência. Leia Mais »

Também nas categorias: Eventos, Neurosfera, Notícias | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Resenha crítica: ‘Muito além do nosso eu’ de Miguel Nicolelis

Autor: Eli Vieira
Publicado originalmente no blog Amálgama.

Em Muito além do nosso eu, de Miguel Nicolelis, somos conduzidos a páginas e mais páginas de um relato exaustivo dos motivos pelos quais o autor está no time correto de neurocientistas. Em algo que lembra aquelas discussões de torcedores do Palmeiras contra torcedores do Corinthians, o autor tenta nos convencer de que os distribucionistas, que acreditam que o cérebro trabalha como um todo integrado de processamento paralelo distribuído em populações de neurônios, ganharão inexoravelmente o debate contra os ingênuos e tolos localizacionistas, que, por acreditarem que existem áreas cerebrais especializadas em certas funções mentais, só podem ser herdeiros da pseudociência de Franz Gall (frenologia), que buscava prever habilidades psicológicas a partir de assimetrias cranianas.

Um exército de metáforas desfila, às vezes num ritmo tão caótico quanto o das tempestades cerebrais de que tanto fala Nicolelis, para nos mostrar que o “reducionismo” está fora de moda e o caminho correto das ciências da mente será o de considerar populações de neurônios como a unidade funcional do cérebro, não o neurônio como tentam nos convencer os desatualizados e obscurantistas livros-texto de neurociência. Leões caçam em bandos, um leão solitário nada pode. A campanha das Diretas Já com multidão de centenas de milhares de manifestantes, que Nicolelis testemunhou in loco, de nada adiantaria se fosse um único manifestante bradando palavras de ordem contra a ditadura militar. E é por isso, além é claro também pelos inúmeros dados experimentais apresentados no livro, que devemos adotar o distribucionismo e suas consequências. Leia Mais »

Também nas categorias: História, Neurosfera | Tags: , , , | 2 Comentários

XII Curso de Verão em Psicobiologia

O Curso de Verão em Psicobiologia é uma iniciativa dos pós-graduandos e docentes do Departamento de Psicobiologia da Universidade Federal de São Paulo/Escola Paulista de Medicina (UNIFESP/EPM) e tem como objetivo difundir a Ciência em Psicobiologia. O curso é voltado a estudantes de graduação ou recém-formados nas áreas de Ciências Biológicas e da Saúde e acontece, tradicionalmente, no mês de janeiro de cada ano.

Por meio de aulas práticas, teóricas e reflexões em grupo, o participante tem acesso a um amplo conhecimento e vivência, cujo objetivo principal é promover a compreensão das relações entre o Sistema Nervoso Central e o Comportamento.Durante os dias 11 a 27 de janeiro de 2012 será realizada a décima segunda edição do curso. As inscrições acontecerão no período de 12 de setembro a 30 de outubro de 2011 através do site www.cvpsicobiologia.com.br .

UNIFESP
Também nas categorias: Eventos | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Simpósio Internacional em Neuromodulação com Professores de Instituições Renomadas

Também nas categorias: Eventos | Tags: , | Deixe um comentário

Ciências neurais, cognitivas e… educação?

Em um breve editorial na Science em 2007, John Bruer, presidente da James S. McDonnell Foundation  (JSMF) e Kathryn Hirsh-Pasek, professora na Temple University, contam, resumidamente, os resultados de um encontro no Chile sobre as ciências do cérebro e educação. Na ocasião, políticos, educadores, cientistas e legisladores buscavam uma solução para o complexo campo da educação em “pesquisas baseadas em evidência”. Segundo a dupla, no primeiro dia já ficou claro que as respostas não estavam prontas e que o pensamento dos participantes era enviesado por “mitos pedagógicos baseados em neurociências”. Ou seja, ao invés de trazer respostas, a reunião gerou perguntas: Como um grupo internacional de cientistas pode comunicar que há conhecimento científico de interesse para a educação? Como as neurociências podem se tornar um aspecto, ao invés de ser a força motriz, das recentes discussões sobre educação? Para esclarecer estes e outros tópicos, a reunião culminou na Declaração de Santiago, documento aberto redigido por cientistas do Chile, Alemanha, França, Holanda, Espanha, Reino Unido e EUA. O documento destaca a importância da aprendizagem em contextos relevantes, da aprendizagem ativa, ao invés de passiva e da necessidade de nos ocuparmos do como, e não apenas com o quê as crianças aprendem. Importante também lembrar, segundo os autores do texto na Science, que educadores e políticos motivados são os usuários finais do conhecimento científico da área, e que portanto os cientistas devem escutar as questões práticas destes consumidores.

Na busca de estabelecer e fomentar esse complexo diálogo, surgiu então a Latin American School for Education, Cognitive and Neural Sciences, que teve sua primeira edição entre 7 e 18 de março deste ano, após ser adiada devido ao terremoto que atingiu o Chile em março de 2010.

Leia Mais »

Também nas categorias: Eventos, Política | Tags: , , , , , , , , , , | 2 Comentários

Curso latu Sensu em Saúde Mental

Inscriçõe abertas para o curso Latu Sensu em Saúde Mental.

Também nas categorias: Eventos, Notícias, Oportunidades, Publicamos | Deixe um comentário

I Fórum em Neurociências e Educação

Nos dias 10 e 11 de dezembro, Ribeirão Preto sediará o I Fórum de Neurociências e Educação, evento que reunirá profissionais e pesquisadores de diferentes áreas, com o objetivo de criar um ambiente que favoreça a discussão e troca de experiências em torno dos processos e problemas relacionados ao ensino e aprendizagem em sala de aula, bem como no ambiente da pesquisa científica.

As palestras abordarão temas de interface entre neurociências e educação, como aprendizagem, avaliação, divulgação científica, emoções, memória, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) e artes. A Casa da Ciência do Hemocentro de Ribeirão Preto apresentará suas experiências no processo de ensino/aprendizagem e difusão científica em quase uma década de atividades com alunos da rede básica de ensino, professores e pesquisadores. Além disso, haverá participação de professores da Faculdade de Medicina e Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP de Ribeirão Preto e do Instituto de Física da USP de São Carlos que ministrarão uma série de palestras.

Durante o evento também será apresentado os resultados do Projeto Plural, grupo multidisciplinar que tem como objetivo criar uma rede de interação entre pesquisadores em neurociências, psicólogos, profissionais da educação e da saúde, alunos e seus familiares, promovendo discussões que tenham como foco as neurociências aplicadas à educação e suas consequências. Além de palestras e mesa redonda, o fórum promoverá vivência entre neurociências, arte e educação, com participação da Oficina Da Vinci (Neurociências e Artes Plásticas), exposição de trabalhos dos alunos do programa “Adote um Cientista” da Casa da Ciência, Grupo Verde, Projeto Plural, PEIC, Psicodrama e música ao vivo com o grupo Eletroeco.

O fórum é organizado pelo Projeto Plural, Casa da Ciência e Grupo Verde, com apoio da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), Instituto de Neurociências e Comportamento (INeC), Hemocentro de Ribeirão Preto, Núcleo Távola, Centro Integrado de Psicologia e Educação (CIPE), Cooperação Interinstitucional de Apoio a Pesquisa sobre o Cérebro (CInAPCe), Programa de Pós-Graduação em Neurociências e Ciências do Comportamento da FMRP e Oficina Da Vinci.

O evento é voltado aos profissionais da educação e saúde, alunos, graduandos, pesquisadores e demais interessados no tema. As inscrições já estão abertas e podem ser realizadas até 7 de dezembro.

Mais informações sobre a programação e inscrições no site do evento: http://pluralneuro.com.br

Também nas categorias: Eventos | Tags: , | 18 Comentários

Esperando para fumar

Com intuito de fomentar o debate sobre a maconha medicinal e as drogas de maneira geral baseado em evidências, e não em ideologias, PlantandoConsciência e ColetivoDAR apresentarão o premiado documentário norte-americano “Esperando para Fumar” (Waiting to Inhale, 2005, 75 min). A sessão será gratuita, com legendas em português, no CineCaxambú (Praça XVI de setembro 34), dia 09/09/10 as 21:00, logo após a Assembléia da SBNeC.

A sessão servirá de introdução e material para reflexão para o debate do dia seguinte, sexta-feira, 10/09/10 “Neurociência e as drogas”, coordenado por João Menezes (UFRJ), com Dartiu Xavier (UNIFESP), Roberto Lent (UFRJ), Jorge Quillfeldt (UFRGS), Reinaldo Lopes (Folha de SP) e Sidarta Ribeiro (UFRN).

Leia Mais »

Também nas categorias: Eventos, Filmes, Política | Tags: , , , , , , | 3 Comentários

NEUROREDE – Rede Social Colaborativa de Neurociências

Gostaríamos de convidar todos a participarem da Neurorede.com. A NEUROREDE é uma iniciativa do NEUROCURSO, empresa especializada em cursos de extensão em neurociências certificados pela UFMG. O objetivo é criar um ambiente de colaboração entre usuários interessados em neurociências em todo o Brasil. Após um breve cadastro  inteiramente gratuito o usuário terá disponível um blog pessoal, poderá divulgar seu currículo, interesses de pesquisa, postar vídeos e fotos relacionadas a neurociências, anunciar eventos na área além de participar de grupos ou comunidades de seu interesse. Esperamos tornar esse ambiente uma ferramenta não só para troca de expertise mas também para propagar  o conhecimento neurocientífco para o público em geral. O endereço é http://www.neurorede.comNeurorede - Rede Social Colaborativa de Neurociências

Também nas categorias: Eventos, Notícias | Tags: , | 3 Comentários

Meu tio da América (Mon oncle d’Amérique)

Sinopse

O filme conta a história de três personagens, René (Gérard Depardieu) que é um ex-fazendeiro que se torna gerente de uma empresa que passa por um período de corte de funcionários, Janine que é uma atriz talentosa envolvida com um homem casado que conheceu em um dos seus espetáculos e Jean que é um escritor e político em ascenção, insatisfeito com sua vida pessoal e que precisa tomar decisões importantes em sua vida. Durante a trama os atos dos personagens são utilizado para ilustrar as teorias do comportamento humano do professor Henri Laborit que aparece no filme como narrador. O filme que mistura ficção e documentário foi premiado na França e indicado ao oscar de melhor filme estrangeiro em 1981. Leia Mais »

Também nas categorias: Filmes, Neurosfera | 1 Comentário

Como nos construimos nos relacionamentos

Como nos construímos nos relacionamentos? Será que chegaremos à perfeição de aceitarmos os defeitos de nossas (os) parceiros (os) e entendermos que somos diferentes? Leia Mais »

Categorias: Neurociência | 2 Comentários

A Neurociência no fio da navalha

Cena do filme “Laranja Mecânica” de Stanley Kubrick, 1971

Cena do filme “Laranja Mecânica” de Stanley Kubrick, 1971

How likely is it that the society of the future will incorporate the science of control into politics of governing? The answer, we think, will depend heavily on choices people make now.

Scheflin and Opton, The mind Manipulators

Em manifestação recente para a edição de 08 de fevereiro deste ano da revista “New Scientist”, o pesquisador Curtis Bell, da “Oregon Health and Science University”, em seu artigo “Neurons for peace: Take the pledge, brain scientists”, assinalou a importância capital da manifestação dos neurocientistas de todo mundo pelo uso responsável das Neurociências no desenvolvimento de tecnologias.

Passadas décadas, as Neurociências não são mais, desde longe, uma ciência puramente básica, que vê suas aplicações apenas nas mentes dos escritores de ficção científica. Hoje o seu aprimoramento torna clara a sua aplicação em tecnologias médicas e computacionais, mas abre igualmente brechas para o seu mau uso no desenvolvimento de armamentos e tecnologias de controle comportamental.

Leia Mais »

Também nas categorias: Neurosfera | 2 Comentários

O bem que faz uma frustração!

Por que não posso fazer isso?

Quantas vezes perguntamos isso para nossos pais, não é?

Pois se você teve a satisfação de ouvi-los falando isso agradeça imensamente, pois estes “não” ajudaram a moldar tua personalidade e te prepararam para o mundo.

            Infelizmente, hoje muitas crianças não sabem mais o significado de um não em relação a algo ou atos, na verdade o que recebem é um imenso Não de pais omissos  e ausentes que dizem os “Sim” para reduzir sua culpa na educação dos filhos.

Sobre a educação já é provado que estes filhos são mais propensos a criminalidade e ao envolvimento com drogas de abuso e dependência. Mas, e na vida de relacionamentos como lidar com os não? Pessoas que não sabem lidar com o parceiro ou parceira quando algo desejado não ocorre, sofrem “pits”, esbravejam, iram-se somente porque suas ambições não foram satisfeitas, e muitas vezes o outro nem sabia o que era.

      Como lidar com alguém assim? Já me perguntaram e relatam: “Minha namorada ou meu namorado quer tudo do jeito dele caso contrario ele fica de bico por uma semana”. Pois é! Muitos casos desses acontecem e o problema esta na falta de frustração que estas pessoas tiveram em relacionamentos anteriores, seja amoroso ou não. A frustração ajuda moldar o cérebro para lidar com situações adversas e tomar decisões baseadas na analise dos eventos e não simplesmente “soltar os cachorros” ignorando a sensibilidade, sentimentos e princípios do interlocutor.

            Em suma, a capacidade de lidar com as frustrações nos auxilia a ter aquilo que é mais importante em qualquer tipo de relacionamento: Respeito! NELSON DE MELLO

Categorias: Neurociência | Deixe um comentário