O bem que faz uma frustração!

Por que não posso fazer isso?

Quantas vezes perguntamos isso para nossos pais, não é?

Pois se você teve a satisfação de ouvi-los falando isso agradeça imensamente, pois estes “não” ajudaram a moldar tua personalidade e te prepararam para o mundo.

            Infelizmente, hoje muitas crianças não sabem mais o significado de um não em relação a algo ou atos, na verdade o que recebem é um imenso Não de pais omissos  e ausentes que dizem os “Sim” para reduzir sua culpa na educação dos filhos.

Sobre a educação já é provado que estes filhos são mais propensos a criminalidade e ao envolvimento com drogas de abuso e dependência. Mas, e na vida de relacionamentos como lidar com os não? Pessoas que não sabem lidar com o parceiro ou parceira quando algo desejado não ocorre, sofrem “pits”, esbravejam, iram-se somente porque suas ambições não foram satisfeitas, e muitas vezes o outro nem sabia o que era.

      Como lidar com alguém assim? Já me perguntaram e relatam: “Minha namorada ou meu namorado quer tudo do jeito dele caso contrario ele fica de bico por uma semana”. Pois é! Muitos casos desses acontecem e o problema esta na falta de frustração que estas pessoas tiveram em relacionamentos anteriores, seja amoroso ou não. A frustração ajuda moldar o cérebro para lidar com situações adversas e tomar decisões baseadas na analise dos eventos e não simplesmente “soltar os cachorros” ignorando a sensibilidade, sentimentos e princípios do interlocutor.

            Em suma, a capacidade de lidar com as frustrações nos auxilia a ter aquilo que é mais importante em qualquer tipo de relacionamento: Respeito! NELSON DE MELLO

Categorias: Neurociência. Para adicionar o texto à sua lista de favoritos, use o permalink. Envie um comentário ou deixe um trackback: URL de trackback.

Envie um Comentário

Seu email nunca será divulgado. Os campos de preenchimento necessário estão marcado com um *

*
*
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com