Neuroinformatics 2012 será em Munique em setembro

O congresso anual da International Neuroinformatics Coordinating Facility (INCF) – Neuroinformatics 2012 – ocorrerá em Munique, Alemanha, entre 10 e 12 de setembro de 2012. Para maiores informações, consultar o sítio do congresso: www.neuroinformatics2012.org.

A neurociência sofre uma explosão de dados. Se, por um lado, isso é bom e revela a vitalidade da área, por outro, cria um enorme problema para que se possa fazer avanços significativos na área. A quantidade atual de dados relevantes para a neurociência é altamente heterogênea e cobre uma vasta gama de fenômenos em escalas que vão desde a microscópica até do indivíduo como um todo: genética molecular, bioquímica da sinalização celular, eletrofisiologia celular, anatomia de células e regiões do cérebro, imagens funcionais, estudos comportamentais, etc. Para piorar as coisas, como os dados são de natureza biológica eles têm maior dose de incerteza e incompletude do que os dados das chamadas ciências exatas. Por causa disso, o uso de ferramentas computacionais e da informática é de grande importância para o progresso da neurociência. Por exemplo, é essencial que existam repositórios robustos de dados que permitam o acesso, a manipulação, a análise e a integração desses dados. São também necessárias ferramentas e ambientes computacionais para a visualização desses dados e a construção de modelos baseados neles, de preferência com interfaces amigáveis e de fácil uso pela comunidade.

Para contribuir com os avanços na neurociência, foi fundada em 2005 a International Neuroinformatics Coordination Facility (INCF, www.incf.org). Ela foi estabelecida com fundos do Fórum Global para a Ciência (Global Science Forum) da Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OECD, sigla do nome em inglês Organization for Economic Co-operation and Development). Segundo o texto de apresentação da INCF, seus objetivos são (1) estimular a interação científica para a descoberta e a inovação em neurociência e facilitar o fluxo de informação entre pesquisadores na academia e na indústria; (2) servir como rede global confiável e sustentável para o desenvolvimento, a manutenção e a avaliação de atividades em neuroinformática coordenadas de forma internacional, assim como de infraestruturas para padrões (standards), guidelines e referências; e (3) facilitar o treinamento de pesquisadores altamente qualificados a nível mundial.

A sede e o secretariado da INCF ficam no Instituto Karolinska em Estocolmo, Suécia. As atividades internacionais da INCF são executadas através dos seus nós nacionais, presentes atualmente em 16 países membros: Alemanha, Bélgica, Coréia do Sul, Estados Unidos, Finlândia, França, Holanda, Índia, Itália, Japão, Noruega, Polônia, Reino Unido, República Tcheca, Suécia e Suíça.

A INCF realiza congressos anuais em um dos países membros. O primeiro congresso ocorreu em 2008 em Estocolmo, Suécia; o segundo, em 2009 em Pilsen, República Tcheca; o terceiro, em 2010 em Kobe, Japão; o quarto em 2011 em Boston, EUA; e o quinto será em 2012 em Munique, Alemanha.

Categorias: Eventos e tags: . Para adicionar o texto à sua lista de favoritos, use o permalink. Envie um comentário ou deixe um trackback: URL de trackback.

Envie um Comentário

Seu email nunca será divulgado. Os campos de preenchimento necessário estão marcado com um *

*
*
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com